A FESTA

A Festa Nacional do Milho é a festa agropecuária mais aclamada pelo povo de Patos de Minas e pelos visitantes, que vem de todo o país para usufruir de tudo que ela oferece. O cheiro da cidade muda, a ansiedade aumenta, o coração dispara e a alegria invade essa terra tão querida que aguarda pelo grande momento, o início de mais uma Fenamilho.

A Fenamilho chega a sua 59ª edição, consagrada como a maior festa de Minas Gerais, renomada por seus eventos culturais, seu volume de negócios, sua estrutura física, suas grandes atrações musicais e sua interação com a vida da cidade, integrando iniciativas do Sindicato dos Produtores Rurais, da Prefeitura Municipal e de empresas privadas.

Com uma estrutura de 130 mil m², o Parque de Exposições Sebastião Alves do Nascimento se torna palco de um majestoso espetáculo artístico e cultural para mais de 450 mil visitantes e também viabiliza excelentes oportunidades de negócios.

A MAIOR DE MINAS GERAIS

HISTÓRIA

Há quem defenda que no ano de 1956, depois de participar de um curso de aperfeiçoamento na Fazenda do Rosário (município de Ibirité), Célia Santos Lima organizou uma bonita festa, no distrito de Bom Sucesso, em Patos de Minas. Ela contou, na época, com as colegas Odília Assunção Pedra, Jesuína Porto e os alunos das Escolas Combinadas Monte Castelo, hoje, Escola Estadual João Barbosa Porto. A festa foi realizada na praça da Igreja de Bom Jesus, debaixo de uma grande gameleira no dia 29 de junho de 1956.

Porém, em 1959, a Festa do Milho surgiu para ficar... A primeira conversa sobre a festa aconteceu na Churrascaria Brasileira, de propriedade de Paulo Portilho, entre o empresário, a educadora Ordalina Vieira e a proprietária da Boutique Rio-Modas, Lia B rochado. A princípio, a intenção era fazer um desfile de moda, mas posteriormente, surgiu a ideia da Festa da Colheita, já que o município de Patos de Minas era um grande produtor de grãos.

Buscou-se, então, a Associação Rural, hoje, Sindicato dos Produtores Rurais, para que apresentasse alternativas de integrar a comunidade urbana e a rural. O então presidente Pedro Pereira dos Santos deu total apoio e lançou a ideia de organizar a 1ª Semana Ruralista. O prefeito da época, Sebastião Alves do Nascimento, também abraçou a ideia e assim, nasceu a Festa Nacional do Milho.

A primeira festa teve partida de futebol entre a Seleção Patense e o América Futebol Clube, desfiles de moda, desfile estudantil e baile para eleição e coroação da Rainha do Milho.

Rainhas
Desfile
Festa